Hospital Regional da PA – 279, construído pela Teixeira Duarte é destaque na revista Healthcare Management

A Teixeira Duarte ganhou destaque na revista Healthcare Management com a obra do Hospital Regional da PA – 279, em Ourilândia do Norte, sudeste do Pará. A construtora não apenas ergueu uma estrutura hospitalar, mas redefiniu os padrões ao priorizar aspectos como segurança, funcionalidade e, sobretudo, sustentabilidade.

O diferencial foi além da construção física. O projeto do hospital destacou-se pela inovação no design, com foco em funcionalidade e segurança. O layout estratégico, aliado a sinalizações claras e entradas bem posicionadas, tem promovido eficiência operacional e segurança para pacientes e profissionais de saúde. 

Em entrevista à Healthcare Management, o superintendente de obras, Bruno Paisana, ressaltou que o projeto priorizou a segurança, funcionalidade e humanização, criando um ambiente hospitalar que atendesse aos mais altos padrões.

A revista reconheceu a Teixeira Duarte pelo compromisso com a sustentabilidade. Desde eficiência energética até sistemas de aquecimento de água por painéis solares, o projeto incorporou práticas sustentáveis, reduzindo o impacto ambiental e otimizando as operações hospitalares.

Com mais de uma década de atuação no setor hospitalar brasileiro, a Teixeira Duarte destaca-se por sua expertise na concepção, construção e revitalização de centros de saúde e hospitais em todo o mundo. Mais do que uma construtora, a empresa reafirma seu papel de agente de transformação na prestação de serviços de saúde. 

O Hospital Regional da PA – 279 é um marco na parceria entre o setor público e privado, notabilizando-se como uma referência em saúde médico-hospitalar na região sudeste do Pará, e a Teixeira Duarte orgulha-se de fazer parte dessa transformação.

Para saber mais sobre os detalhes do projeto, leia o artigo completo aqui.

A Healthcare Management é uma publicação do Grupo Mídia.

Outubro Rosa: campanha solidária em apoio ao Instituto Amor em Mechas mobiliza colaboradores.

No Outubro Rosa, mês dedicado à conscientização sobre o câncer de mama, o Grupo Teixeira Duarte reforçou seu compromisso social ao unir forças com o Instituto Amor em Mechas, uma instituição ativa na batalha contra o câncer de mama, uma enfermidade que impacta milhões de mulheres globalmente.

O Instituto Amor em Mechas se destaca por oferecer uma experiência única para mulheres que lidam com a perda de cabelo durante o tratamento de quimioterapia ou que convivem com a alopecia. O Kit do Amor não apenas fornece meios práticos, como perucas e acessórios, mas também busca elevar a autoestima dessas mulheres, proporcionando um suporte emocional vital durante um momento tão desafiador.

A recente campanha solidária, promovida pelo Grupo Teixeira Duarte, foi um sucesso, demonstrando a generosidade e o comprometimento de seus colaboradores. A participação expressiva se traduziu em doações financeiras, mechas de cabelo, acessórios e bijuterias, mostrando o impacto positivo que pode ser gerado quando uma comunidade se une por uma causa nobre.

Foram arrecadadas mais de 85 mechas, totalizando 3,6 Kg de cabelo, que serão convertidas em pelo menos 6 perucas.  A ação contou também com o apoio do Fazane Executive Beauty, salão de beleza parceiro da Teixeira Duarte,  que divulgou a ação, ofereceu benefícios aos doadores e contribuiu com inúmeras mechas.

Mais do que uma contribuição material, as mensagens carinhosas enviadas ao Instituto refletem o calor humano e o apoio emocional necessários para as mulheres em tratamento. Essa corrente de solidariedade não apenas preenche lacunas materiais, mas também constrói pontes de esperança e fortalecimento mútuo.

A Teixeira Duarte reafirma o seu compromisso com a construção de um mundo melhor e mais solidário.  

Saiba mais sobre o Instituto Amor em Mechas, acompanhando suas ações pelo site ou nas redes sociais.

 

Teixeira Duarte é destaque no Fórum de Inovação Aberta e ESG da AICEP

A convite da AICEP Portugal Global | Brasil (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal), a Teixeira Duarte participou  do Fórum de Inovação Aberta e ESG, que ocorreu em São Paulo, no dia 26 de outubro.

O evento proporcionou uma plataforma para a troca de ideias e experiências entre empresas, empreendedores, associações e órgãos públicos dos setores brasileiro e português. O foco central do Fórum foi a inovação, a sustentabilidade e as oportunidades de negócio entre essas duas grandes nações.

A Teixeira Duarte foi representada por Erica Beauvalet, Diretora de Marketing, Comunicação e Sustentabilidade do Grupo, integrando o painel “Inovações Abertas e Princípios ESG – A Busca de Negócios Sustentáveis” juntamente com representantes das empresas WEG e JBS

No âmbito do tema do painel, Erica deu destaque ao Programa “Fazer Pescar”, em Angola, enquanto iniciativa que acumula tanto de impacto social como de benefícios para as Empresas do Grupo ao nível da gestão dos Recursos Humanos. Destinado a jovens que vivem em situação de carência social, o projeto é um exemplo concreto do compromisso da Teixeira Duarte com a responsabilidade social e qualificação profissional, que vai além das fronteiras de Portugal e busca promover o desenvolvimento sustentável em outras partes do mundo.

O Fórum Empresarial “Inovação Aberta e ESG” foi palco de destaque para a modernidade das empresas portuguesas, sua capacidade inovadora e sua competitividade em um contexto global. Além disso, o evento destacou a importância dos princípios de sustentabilidade empresarial e corporativa, incorporando as práticas de ESG (Environmental, Social and Governance) como elementos essenciais para o sucesso dos negócios em um mundo cada vez mais consciente da importância da sustentabilidade e gestão consciente.

Além de masterclasses, palestras e mesas redondas, o Fórum destacou casos de sucesso na parceria entre organizações desses dois países, enfatizando o desenvolvimento e a implementação de soluções inovadoras em tecnologia e negócios, o que contribui para a consolidação e o fortalecimento da competitividade econômica bilateral.

Em um momento em que a inovação e a sustentabilidade desempenham um papel crucial no cenário global de negócios, o contributo da Teixeira Duarte no Fórum de Inovação Aberta e ESG pretendeu ser um exemplo  de como empresas podem trabalhar em direção a um futuro mais sustentável e colaborativo, contribuindo não apenas para seus próprios negócios, mas também para a construção de um mundo melhor.

Sobre  o Fazer Pescar

Criado em 2013, o Fazer Pescar é uma iniciativa que tem como objetivo proporcionar oportunidades para jovens, formando-os para, autonomamente, serem uma parte fundamental no desenvolvimento das comunidades onde estão inseridos.

Tirando partido dos meios e instrumentos focados na formação e desenvolvimento profissional dos trabalhadores das várias empresas participadas do Grupo Teixeira Duarte, o Fazer Pescar é um programa educativo com duração de 3 meses, que inclui uma componente de integração social, de integração na empresa e de integração no trabalho.

A frequência é gratuita e os formandos beneficiam de refeições diárias, subsídio diário de transporte, seguro de acidentes pessoais, uniformes e roupa para uso individual, material escolar e vigilância médica regular.

Terminado o curso, os formandos com avaliação positiva são integrados em empresas do universo do Grupo Teixeira Duarte em Angola.

Lançado em 2013, o Fazer Pescar acumula 18 edições realizadas, com 51 turmas, totalizando 628 formandos, sendo que, destes, 520 jovens foram integrados em Empresas do Grupo Teixeira Duarte após a formação.

 

 

Conheça outros projetos de impacto do Grupo Teixeira Duarte

foto da equipe Teixeira Duarte no evento “Construindo Laços” em outubro de 2023

“Construindo Laços”: um dia memorável de valores e integração na Teixeira Duarte

As conquistas profissionais são motivo de orgulho, tanto para a empresa quanto para os colaboradores. Estas conquistas são também compartilhadas com pessoas queridas, em especial, os familiares.

Tendo isso como base, a Teixeira Duarte abriu as portas de seu escritório em São Paulo no último dia 22 de outubro para o evento “Construindo Laços”. Mas não apenas para uma visita comum. O dia foi uma celebração dos valores fundamentais que a Teixeira Duarte tem cultivado ao longos dos anos, algo essencial para o sucesso e crescimento contínuo:

  • A verdade, que guia na tomada de decisões justas e transparentes;
  • O engenho, que impulsiona a buscar soluções técnicas inovadoras para os desafios enfrentados;
  • O compromisso, que motiva a cumprir a palavra dada e a atender às expectativas dos clientes e parceiros.

O evento reforçou  o propósito de construir um mundo melhor e conectá-lo ao futuro, representado por todas as famílias. Foi exatamente por isso que o nome escolhido para o encontro foi “Construindo Laços“. Foi um dia para celebrar e se conectar, não apenas como colegas de trabalho, mas como uma grande família, para construir laços cada vez mais fortes e resilientes.

Na oportunidade, também foi celebrado o “Dia da Empresa”, comemorado pela Teixeira Duarte em 15 de outubro, data que simbolicamente coincide com o nascimento de seu fundador, Sr. Engenheiro Ricardo Esquível Teixeira Duarte.

As famílias foram recepcionadas com um café da manhã, fomentando a integração.

Durante todo o evento, cada colaborador atuou como protagonista, apresentando o escritório e compartilhando orgulhosamente as jornadas e o compromisso da Teixeira Duarte com a excelência.

As salas tematizadas exibiram cases inspiradores do grupo, destacando projetos de todos os portes e complexidades, tanto no Brasil quanto no mundo. Execução de aeroportos, hospitais, pontes, barragens, edifícios, infraestruturas marítimas, rodoviárias, ferroviárias, subterrâneas, obras de geotecnia e fundações, metalomecânica, dentre tantas outras. A proposta era que todos mergulhassem na engenharia que transforma cidades e comunidades e molda o futuro. 

Além disso, uma oficina criativa de reciclagem destacou a paixão e o compromisso com a sustentabilidade, incentivando soluções inovadoras e ecoconscientes. O momento foi muito apreciado pelas crianças presentes, permitindo que materializassem a experiência de serem futuras “Construtoras de um Mundo Melhor”.  

 Por fim, o dia terminou com um retrato da Família Teixeira Duarte, capturando os laços especiais que foram construídos, e com a certeza que criar laços e compartilhar visões é a melhor forma de reforçar o propósito de construir um futuro melhor.

Eng.º Pedro Teixeira Duarte

No passado dia 1 de novembro de 2023 – Dia de Todos os Santos – morreu o Senhor Eng.º Pedro Pereira Coutinho Teixeira Duarte, fato que deixa de luto a Empresa e cada um dos tantos que foram tocados – direta e indiretamente – por ele.

Mas deixa também a saudade e – com ela – a vontade de fazer mais e melhor, inspirados pelo seu trajeto.

Partiu com 105 anos de idade e mais de 105 descendentes. Um homem de Família, um Senhor na e para a Empresa e todos os que nela trabalharam. Uma figura ímpar como pessoa, como engenheiro, como profissional, como líder e como empresário.

Nascido em 24 de agosto de 1918, na Lourinhã, Pedro Pereira Coutinho Teixeira Duarte, foi o segundo de três irmãos filhos do Engenheiro Ricardo Esquível Teixeira Duarte, que fora o responsável pelo início da atividade da Teixeira Duarte em 1921.

A Engenharia estava no sangue e a Empresa era quase uma irmã mais nova.

 

Assim e depois de uma infância e juventude vividas em Lisboa, licenciou-se em Engenharia Civil, pelo Instituto Superior Técnico, em 1946, sendo Engenheiro Especialista em Geotecnia, em título outorgado pela Ordem dos Engenheiros.

 

Com essa formação, também ela ligada à gênese e à atividade da sociedade – que nessa data se designava de “Empresa de Sondagens e Fundações Teixeira Duarte, Lda.” –, o Eng.º Pedro Teixeira Duarte desempenhou vários cargos nas estruturas operacionais da Teixeira Duarte, desde Diretor de Obras de Sondagens, a Diretor de Obras e colaborador em Estudos e Projetos na área da Geotecnia e Engenharia de Fundações, até Diretor do Setor de Sondagens e mais tarde também Diretor do Parque e Oficina de Máquinas e Equipamentos.

 

Com a morte de seu Pai em 1959, assume o cargo de Gerente e Diretor Geral da Empresa, o qual manteria até 1987, data em que a Teixeira Duarte se transformou na Teixeira Duarte – Engenharia e Construções, S.A., passando o Eng.º Pedro Teixeira Duarte a ser presidente do Conselho de Administração até 2008, altura em que, já com 90 anos de idade, deixou de desempenhar qualquer cargo de gestão ou função operacional nas estruturas da Empresa.

 

Em paralelo e também até essa altura, foi Presidente do Conselho de Administração da sociedade da família que manteve o núcleo central acionistas da Empresa desde a sua constituição até aos dias de hoje, incluindo desde a entrada na bolsa em 1998.

 

Desde 1987 que o seu filho Pedro Maria Calainho Teixeira Duarte desempenhou o cargo de Administrador Delegado da Empresa, tendo-lhe sucedido na presidência do Conselho de Administração da Empresa e do Grupo em 2008, cargo que é atualmente e desde 8 de outubro de 2021, exercido por Manuel Maria Teixeira Duarte.

Durante os seus anos de liderança, apostou, promoveu e incentivou vários colegas que com ele trabalharam décadas no topo da Empresa e do Grupo, destacando-se o Eng.º Silvério Antunes Coelho, o Eng.º Marques Dionísio e o Dr. Manuel Ferreira.

 

 

Deus teve, desde sempre e até ao final, um papel muito relevante na sua vida e forma de a viver, bem como na sua postura empresarial, tendo inclusivamente sido presidente da Associação Cristã de Empresários e Gestores (ACEGE) num conturbado período do pós-25 de abril, assumindo com coragem e determinação os caminhos que entendeu serem os certos independentemente das circunstâncias.

 

Quis sempre que a Empresa tivesse uma relação impactante com o “próximo” e que fosse um parceiro na sua área de atuação pela forma como colaborou com entidades públicas em projetos e estudos relevantes – incluindo a excecional relação de cooperação com o Laboratório Nacional de Engenharia Civil –, como promoveu o estudo e o ensino destes temas, realizando diversos ciclos de lições e conferências sobre temas de Geotecnia e Engenharia de Fundações, pelas ligações que manteve sempre com a Ordem dos Engenheiros, e ainda pela forma, como na sua atividade, lidou com os clientes, fornecedores, colaboradores e concorrentes, tendo integrado desde muito cedo associações do setor da construção, sendo ainda hoje a Teixeira Duarte membro da AICCOPN.

 

Sem prejuízo disso e apesar do enorme crescimento que a Empresa foi tendo e do Grupo econômico que nasceu da sua gênese de engenharia – hoje com 9.500 trabalhadores, em 22 países, operando em 6 setores diferentes – manteve sempre uma postura discreta, focada e de acompanhamento dos temas da Empresa, sendo que até ao final da sua vida foi participando nos eventos comemorativos da vida da Teixeira Duarte.

 

Marcou também a Empresa pela vivência de décadas daqueles que são os seus valores: Engenho, Verdade e Compromisso e permitiu que nela muitos possam ainda hoje continuar a fazer, contribuindo para a construção de um mundo melhor: a missão da Teixeira Duarte.

 

Em 2006, foi agraciado, pelo então Presidente da República de Portugal, Jorge Sampaio, com o grau de Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.

 

Sem prejuízo desse reconhecimento pela figura máxima do Estado Português, o Engenheiro Pedro Teixeira Duarte deixa a várias gerações marcas fortes:

Como Pessoa, o que mais se ouve dizer é que era muito humano, um homem de família, honesto, empático, de elevada educação e grande descrição, era um homem sereno, atento, humilde e disponível;

 

Como Engenheiro, era-lhe reconhecida a paixão pela ciência, a aplicação da ciência à prática; o engenho, a criatividade, a inovação e o gosto de ver essas características nos outros, dando-lhes as oportunidades para essa criação e novidade;

 

Como Profissional, pautava o seu comportamento pela verdade, pelo rigor, pela atenção em ouvir os colegas, pela humildade, pela vontade de aprender, sem receio de delegar em quem reconhecia capacidade, sem nunca se eximir da responsabilidade; era também muito disponível e perfeccionista;

 

Como Líder, liderava pelo exemplo e pela humildade, alimentando admiração e respeito de todos e, dessa forma, uma confiança e vontade de o acompanhar nos desígnios que assumiu e nos desafios para onde levou e fez que levassem a Teixeira Duarte;

 

Como Empresário, era um homem de palavra, de compromisso, com sentido de missão, que pretendia uma empresa ética, focada nas pessoas, na empregabilidade e no sentido de coletivo acima do individual.

 

Estas são algumas das estacas com que criou as fundações da sua Família, da sua profissão, da sua liderança, da empresa e nas quais construiu relações excepcionais de enorme respeito, estima, gratidão, empatia, admiração, inspiração e, sobretudo, humanidade e profissionalismo, que acumuladas com a sua excepcional longevidade fizeram dele uma figura ímpar da engenharia portuguesa e sobretudo, a todos nós, o orgulho de o podermos chamar de “nosso” Presidente e, também dessa forma, o fazermos presente e assim, juntos, continuarmos a contribuir para a construção de uma Teixeira Duarte melhor!

 

Bem haja e obrigado Senhor Engenheiro Pedro Teixeira Duarte!

IMPLEMENTAÇÃO DO BIM NA TEIXEIRA DUARTE É DESTAQUE EM ARTIGO DA REVISTA ESTRUTURA.

A indústria da construção está passando por uma revolução digital, e a Teixeira Duarte está na vanguarda dessa transformação.

Diretora de Projetos da Teixeira Duarte, a engenheira técnica civil Laura Esteves, aceitou o convite da Revista Estrutura e compartilhou insights valiosos sobre a transição da Teixeira Duarte dos métodos convencionais para a digitalização, especificamente com a adoção do Building Information Modeling (BIM).

ENFRENTANDO DESAFIOS COM INOVAÇÃO
A construção enfrenta desafios diversos, desde mudanças econômicas até preocupações ambientais. Nesse contexto, a Teixeira Duarte identificou uma oportunidade para diferenciar-se no mercado. A adoção do BIM representa um passo estratégico em direção à melhoria da eficiência, aumento da produtividade e garantia da excelência na qualidade final de suas obras. 

Essa integração de tecnologias avançadas de modelagem e colaboração não apenas moderniza as operações, mas também coloca a empresa na vanguarda da transformação na construção.

UMA HISTÓRIA DE INOVAÇÃO

Para entender a abordagem inovadora da Teixeira Duarte, é importante observar sua história de pioneirismo. Desde o início da sua atividade, em 1921, liderada pelo Eng. Ricardo Esquível Teixeira Duarte, a empresa tem se destacado por desenvolver soluções engenhosas para superar desafios específicos. 

Naquela época, importar equipamentos era uma tarefa difícil, o que levou o fundador a criar suas próprias soluções adaptadas às necessidades de cada obra. Essa cultura de inovação persistiu ao longo dos anos, resultando em um histórico de invenções  que ultrapassaram as limitações das tecnologias disponíveis no mercado.

PENSANDO NO FUTURO

Além de destacar a história de inovação da Teixeira Duarte, o artigo de Laura Esteves também enfoca a necessidade urgente de mudança no setor da construção, em busca de mais produtividade, sustentabilidade nos negócios, cumprimento de custos e prazos, além de gestões mais rigorosas de cada etapa dos projetos e descarbonização do setor.

A transformação é essencial para a evolução da construção, por isso, a Teixeira Duarte tem  um compromisso com a otimização e busca incessante pela excelência. 

A revista Estrutura é uma publicação da Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural – ABECE.

Clique aqui para ler o artigo completo e descubra como o BIM está transformando os processos da Teixeira Duarte.