Mercados Geográficos

Mercados Geográficos

A Teixeira Duarte – Engenharia e Construções, S.A. está presente em diversos mercados diretamente ou através de sucursais constituídas para o efeito.

Além de Portugal, a Empresa opera em Angola, Argélia, Brasil, Cabo Verde, Colômbia, Equador, Espanha, Estados Unidos da América, França, Marrocos, Moçambique, Peru, Reino Unido e Venezuela.

Presença Global

Presente em 15 países, em 3 continentes.

ONDE ESTAMOS

Construindo um mundo melhor

Fundada em Portugal, a Teixeira Duarte opera atualmente em diversos mercados internacionais. Conheça aqui a atividade desenvolvida em cada país.

Angola

Depois de uma atuação na década de cinquenta, a Teixeira Duarte opera continuadamente em Angola desde 1976.

Argélia

Desde 2003, que a Argélia passou a constituir um objetivo estratégico para a Teixeira Duarte.

Em janeiro de 2004 foi apresentada a primeira proposta para uma obra pública e, após uma dezena de outras, em maio de 2005, foi adjudicada a primeira obra.

A partir daí, e fazendo jus à natureza estratégica do país, a Teixeira Duarte procedeu à mobilização de pessoal, equipamento e capitais que permitiram a criação de estruturas locais que lhe possibilitam, assim como às suas participadas, contribuir para o notável desenvolvimento daquele país, em concorrência com empresas de todos os continentes.

A Teixeira Duarte atua na Argélia com grande enfoque na área das obras públicas e infraestruturas.

Cabo Verde

Depois de entre 2010 e 2014 ter já executado obras marítimas em Cabo Verde, a Teixeira Duarte – Engenharia e Construções, S.A. voltou a este mercado em 2019, ao liderar o consórcio responsável pela empreitada das obras de expansão e modernização do Porto Inglês, na ilha do Maio, englobando a elaboração do projeto de execução e todos os trabalhos de reabilitação da ponte cais existente, execução de cortina de estacas prancha e de quebra-mar destacado, expansão do cais com a execução de uma plataforma Roll on – Roll off sobre estacas de concreto armado com encamisamento metálico, reabilitação e expansão do terrapleno existente, bem como trabalhos acessórios de reabilitação de edifícios e acesso rodoviário ao porto.

Marrocos

Em Marrocos, a Teixeira Duarte atua apenas através da sua participada SOomafel, S.A., presente neste país desde 2005, onde tem realizado importantes obras ferroviárias.

Moçambique

A Teixeira Duarte iniciou a sua atividade em Moçambique em 1982, pela participação no concurso para a reparação da ponte sobre o rio Zambeze, em Tete.

Essa foi a primeira de muitas obras importantes executadas neste país, onde a Teixeira Duarte tem vindo a manter uma posição de destaque, com especial ênfase para as obras públicas que têm permitido o desenvolvimento de Moçambique, nomeadamente o parque escolar e as vias de comunicação e pontes.

Brasil

A Teixeira Duarte opera no Brasil desde dezembro de 2007, através da participada EMPA, S.A. – Serviços de Engenharia, empresa fundada em 1954.

A partir de 2016, a Teixeira Duarte – Engenharia e Construções, S.A. passou também a atuar neste país através da sua sucursal, desenvolvendo atividades em todas as áreas da Construção.

Desde 2009,  atua na área das obras ferroviárias por  meio da Somafel – Engenharia e Obras Ferroviárias Ltda., sociedade nacional, subsidiária direta da participada Somafel – Engenharia e Obras Ferroviárias S.A., que, desde 2012 constituiu também uma sucursal no Brasil, atuando por meio das duas empresas.

E, em 2018, foi estabelecida a sucursal da sua participada E.P.O.S. – Empresa Portuguesa de Obras Subterrâneas, S.A., reforçando ainda mais a atuação no país.

Colômbia

Como consequência natural proporcionada pela proximidade geográfica com o Brasil e Venezuela, onde a Teixeira Duarte tem uma sólida presença, o mercado colombiano apresentou-se como uma oportunidade de crescimento.
A atividade neste país iniciou-se em 2016, com atuação na área de geotecnia e fundações e tem vindo a crescer de forma sustentada desde então.

O Grupo é hoje representado pelas suas sucursais da Teixeira Duarte – Engenharia e Construções, S.A. e da sua participada E.P.O.S. – Empresa Portuguesa de Obras Subterrâneas, S.A., e por uma sociedade local, Teixeira Duarte S.A.S.

Equador

Dentro da lógica de expansão natural dos mercados Latino Americanos, apoiados no hub do Brasil, onde a Teixeira Duarte já tem uma sólida presença, a atuação no Equador surge de oportunidades de negócio na área das infraestruturas, neste caso através da constituição de um consórcio – liderado pela sucursal da Teixeira Duarte – Engenharia e Construções, S.A. e com a participação de um parceiro local –, para a construção de uma ponte rodoviária entre Daule e Guayaquil.

Estados Unidos da América

No setor da Construção, a Teixeira Duarte iniciou a sua atividade nos Estados Unidos da América em 2016 através de um contrato de assistência técnica com a empresa “EIC Associates, Inc”.

Peru

Neste país a Teixeira Duarte começou a atuar através da sucursal da sua participada E.P.O.S. – Empresa Portuguesa de Obras Subterrâneas, S.A., ali constituída em outubro de 2016.

Em dezembro desse ano foi celebrado um contrato com o Consórcio Construtor M2 Lima, que consiste na realização, no metrô de Lima, de duas galerias, escavadas e revestidas, com extensão total de 146m.
Em 2017, o Grupo constituiu neste país a sociedade Teixeira Duarte Perú – Ingeniería y Construcciones, S.A.C., com o intuito de começar a atuar nas áreas da Geotecnia e Fundações e nas Obras Marítimas, através da qual foram já elaboradas várias propostas.

Em 2018, foi constituída a sucursal da Teixeira Duarte – Engenharia e Construções, S.A., como decisão estratégica para abordar o mercado de obras públicas, designadamente na área das infraestruturas, onde já foram apresentadas diversas obras de magnitude relevante, em parceria com empresas locais.

Venezuela

Em 1978 foi criada na Venezuela, com sede em Caracas, a Tegaven – Teixeira Duarte y Asociados, C.A., empresa de direito Venezuelano, constituída com capitais majoritariamente portugueses e a participação de sócios venezuelanos, sendo a Teixeira Duarte a líder e principal acionista.

A empresa foi acompanhando o desenvolvimento do país e, para além da construção de diversos empreendimentos imobiliários de grande dimensão, começou em meados dos anos 80 a atuar em obras públicas importantes, mantendo, ainda hoje, atuação nestas áreas.

Desde dezembro de 2017, fruto da assinatura de um acordo de aliança estratégica com a Empresa Bolivariana de Puertos – BoliPuertos, tornou-se responsável pela operação e gestão portuária do Terminal de Contentores do Porto de La Guaira.

Espanha

A Teixeira Duarte começou a atuar na Espanha em 2004 através da empresa espanhola GSC – Compañia General de Servicios y Construcción, S.A., bem como com apoio dos centros de exploração da Teixeira Duarte – Engenharia e Construções, S.A. e da sucursal que esta empresa constituiu neste País.

França

A Teixeira Duarte começou a atuar na França em 2005 através de uma sucursal da sua participada Somafel – Engenharia e Obras Ferroviárias, S.A., que realizou diversas obras de catenária, fundamentalmente na região de Paris.

Depois de uma significativa redução da atuação em 2011 e 2012, em 2013 retomou os trabalhos de catenária, para a empresa francesa de renome neste setor específico da construção, TSO Catenaire.

Portugal

Foi em Portugal que a Teixeira Duarte iniciou a sua atividade, em 1921, através do seu fundador Senhor Engº Ricardo Esquível Teixeira Duarte.

No começo a Empresa focou a atuação na área da geotecnia e fundações, muito personalizada na pessoa do seu fundador, tendo mais tarde vindo a ampliar a sua atividade a todas as àreas da construção.

Reino Unido

A Teixeira Duarte começou a atuar neste país no mercado ferroviário em 2016, através da empresa local sua participada Somafel – Railway Construction, S.A. Esta sociedade estabeleceu uma parceria com uma empresa inglesa, inicialmente para as áreas de projeto e construção de catenária, não excluindo, no entanto, a possibilidade de apresentação de propostas para oportunidades que possam ser identificadas na área da via ferroviária.

Destaca-se também o fato de ter sido também assinado um contrato de consultadoria no âmbito de um dos principais projetos de eletrificação em andamento no Reino Unido: “Consultadoria na área de revisão de projeto de catenária para a Network Rail, no corredor ferroviário GWEP – Great Western Electrification Project”.